Israel anuncia reabertura para turistas estrangeiros no mês que vem

0 Comentários

251 Visualizações

Minutos de leitura

Israel voltará a receber turistas estrangeiros a partir de 23 de maio. A proposta foi apresentada pelo governo israelense que estuda uma abertura gradual com objetivo de retomar o turismo no país, abalado pela pandemia do novo coronavirus.

Primeiramente serão aceitos apenas estrangeiros viajando em grupos, como em peregrinações ou excursões. Todos os viajantes devem estar vacinados contra a Covid-19. Além da imunização, os turistas terão que realizar um teste PCR com 72 horas de antecedência do embarque. Ao chegar no aeroporto de Tel Aviv, os passageiros ainda serão obrigados a fazer um novo exame PCR e também um teste sorológico, que comprove a existência de anticorpos.

The Western Wall in the old city of jerusalem

O governo israelense anunciou que está trabalhando com outras nações para a emissão de um certificado de vacinação de Covid. Assim, o teste sorológico na chegada pode ser evitado. Entretanto, as autoridades locais estão preocupadas com a vacinação em países na região, pois as vacinas aplicadas não foram reconhecidas por Israel.

É o caso do Emirados Árabes Unidos que usa a chinesa Sinopharm e outros países que utilizam a russa Sputinik V. O não reconhecimento das vacinas pode ser um impeditivo para a entrada, mas, como não foram anunciados todos os detalhes deste plano de reabertura, ainda não sabemos quais nações poderão usufruir desta medida e nem se os brasileiros poderão viajar para Israel.

Quase todos os israelenses já tomaram pelo menos uma dose da vacina e 55% da população têm a vacinação completa. A breve abertura busca reativar o forte o turismo local que sofreu uma queda de 81% nas visitas em 2020 quando comparado com ano anterior. “Somente abrindo para o turismo internacional iremos realmente reviver a indústria do turismo, incluindo restaurantes, hotéis, locais, guias turísticos, ônibus e outros que procuram trabalhar e sustentar suas famílias”, destacou o ministro do turismo Orit Farkash-Hacohen.

FONTE: https://www.melhoresdestinos.com.br/israel-reabertura.html

Compartilhe